Instituto de Saúde de Nova Friburgo

Publicado edital para eleição do novo diretor do Instituto de Saúde de Nova Friburgo

Votação ocorre nos dias 26, 27 e 28 de novembro, das 9h às 17h, no Palacete do II Barão de Duas Barras

Sete colégios visitam a UFF em 2 meses

Alunos e professores participaram de projeto que tem objetivo de promover aproximação com a comunidade e de estimular o interesse pelo ensino superior

Alunos e professores dos colégios Celc, Celos, Sesi, Dinâmico, Ibelga, Padre Franca e CPM visitaram o Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), unidade de ensino superior da Universidade Federal Fluminense (UFF) no município. Os encontros ocorreram nos meses de agosto e setembro, como parte do Projeto Desvendando o Corpo Humano, que é realizado em parceria com o Setor de Apoio Educacional (SAE).

“O objetivo do projeto é promover uma maior aproximação de toda a comunidade friburguense e de municípios vizinhos com a UFF, além de estimular nos estudantes do ensino médio o interesse pelos cursos de graduação oferecidos na unidade (Biomedicina, Fonoaudiologia e Odontologia)”, explica Thereza Bargut, professora responsável pelo projeto.

Durante a visita, os alunos conheceram vários laboratórios, como o de Anatomia, a biblioteca do campus, o Espaço de Memória da Odontologia e as clínicas onde são realizados diversos procedimentos gratuitos para a população de Nova Friburgo e de cidades da Região Serrana do Rio de Janeiro.

Alunos do Colégio Celc no laboratório de Anatomia da UFF
Estudantes do Colégio Celos no Espaço de Memória da Odontologia
Alunos do Dinâmico visitam o laboratório de Análises Clínicas e recebem instruções da técnica de laboratório Raquel Pinna
A técnica de laboratório Raquel Pinna (C) e as técnicas em assuntos educacionais (TAEs) Jacqueline Monteiro (E) e Aline Chermont
Estudantes do Ibelga também conheceram o laboratório de Análises Clínicas
Alunos do Colégio Padre Franca na porta do laboratório de Anatomia
Alunos do CPM dentro do laboratório de Anatomia
Alunos do Sesi recebem as primeiras orientações da professora Thereza Bargut

Sustenta-Vida atinge a marca de mais de 5 mil alunos inscritos

O Programa Sustenta-Vida, desenvolvido no Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), unidade de ensino superior da Universidade Federal Fluminense (UFF) no município, atingiu a marca de 5095 alunos inscritos em cursos de extensão. O resultado foi atingido em apenas 9 meses.

Todos os conteúdos são oferecidos na modalidade de Ensino a Distância (EAD), em áreas como Recursos Humanos, Contabilidade e Áudio Visual, dentre outras. Há alunos de várias cidades do Brasil. Todos os concluintes recebem certificado da UFF.

Outras informações podem ser obtidas pelo site
https://www.sustenta-vida.com/index.php/en/

Divulgado o resultado do Guia da Faculdade

Objetivo é listar os melhores cursos superiores do Brasil. Nota máxima é de 5 estrelas

Cursos da UFF de Nova Friburgo recebem as melhores notas

O Guia da Faculdade, uma parceria entre o Jornal O Estado de São Paulo (Estadão) e a Quero Educação, uma das maiores startups da área educacional do país, divulgou o resultado da avaliação dos cursos superiores do Brasil. A nota máxima é de 5 estrelas.

Os cursos de graduação do Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), unidade de ensino superior da Universidade Federal Fluminense (UFF), também foram avaliados. As notas conquistadas foram:

Biomedicina – 3 estrelas;

Fonoaudiologia – 4 estrelas, e

Odontologia – 4 estrelas.

Outras informações podem ser obtidas pelo link
http://publicacoes.estadao.com.br/guia-da-faculdade/

UFF recruta voluntários com diabetes tipo 2 para pesquisa sobre problemas na gengiva

Quem quiser participar deve comparecer à unidade nos dias 5, 12, 19 e 26 de novembro para triagem e início de tratamento gratuito

Interessados devem passar por uma triagem com especialistas da clínica de Odontologia

O Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), unidade de ensino superior da Universidade Federal Fluminense (UFF), está recrutando voluntários portadores de diabetes tipo 2, para pesquisa sobre problemas na gengiva, como sangramentos durante a escovação dos dentes. O objetivo é avaliar a resposta clínica destes pacientes à aplicação de medicamentos que matam micro-organismos presentes na boca e que são prejudiciais à saúde.

Os interessados devem comparecer ao ISNF nos dias 05, 12, 19 e 26 de novembro, das 14h às 16h, para participarem de uma triagem, feita por um periodontista, que é um profissional especializado em problemas gengivais. Apenas os pacientes que atenderem a requisitos técnicos da pesquisa poderão iniciar o tratamento, que é gratuito.

Gabriela Camargo, periodontista da UFF

“Vamos selecionar pessoas que não possuam outros problemas de saúde além do diabetes tipo 2. Depois da triagem, se identificarmos problemas na gengiva, faremos o tratamento inteiramente gratuito aqui na nossa clínica de Periodontia da UFF”, esclarece Gabriela Camargo, professora responsável pela pesquisa.

De acordo com a pesquisadora, “o diabetes mellitus é um grande fator de risco para a periodontite, que é a inflamação na gengiva. Este problema ocorre porque o diabetes aumenta cerca de três vezes a possibilidade de o paciente desenvolver a periodontite, e a inflamação crônica dos tecidos gengivais afeta negativamente o controle glicêmico do indivíduo”.

O Instituto de Saúde de Nova Friburgo fica na Rua Doutor Silvio Henrique Braune, 22, Centro – Nova Friburgo – RJ.

Copyright 2019 - STI - Todos os direitos reservados