Instituto de Saúde de Nova Friburgo

Ação de Educação em Saúde Bucal no DEGASE

Na tarde da última quarta-feira (27), a UFF promoveu o primeiro encontro de Educação em Saúde Bucal junto no DEGASE – Departamento Geral de Ações Sócio Educativas. A ação aconteceu no Centro de Socioeducação Dr. Antônio Elias Dorea de Araújo Bastos (Cense Nova Friburgo) fruto de um convênio entre a UFF e este órgão, que abriga em regime de internato 57 menores infratores em cumprimento de medida sócio educativa.
Os universitários do curso de odontologia, Savio Sales e Thayna Ferreira, coordenados pela professora Renata Ferraiolo, realizaram uma palestra para os adolescentes. A apresentação abrangeu assuntos como higiene, gengivite, cáries e outras doenças bucais, com o objetivo de estimular os cuidados e a prevenção junto aos socioeducandos.
Esta ação foi a primeira de uma parceria que prevê outras visitas ao Cense, onde serão trabalhados diversos conteúdos relacionados a saúde bucal e geral, que contarão com outras equipes do ISNF como a de estomatologia que abordará temas como doenças sexualmente transmissíveis e câncer bucal . Está prevista também a abertura de vagas ara estágio para o 9o período no centro odontológico instalado dentro do Cense.
A noticia desta ação foi publicada também na pagina oficial do DEGASE RJ.
veja o link: http://www.degase.rj.gov.br/noticia/cense-nova-friburgo-realiza-primeiro-encontro-de-educacao-em-saude-bucal

PROAES divulga edital para Bolsa Apoio ao Estudante com Deficiência

A Pró-Reitoria divulgou hoje o edital para a Bolsa Apoio ao Estudante com Deficiência.

O objetivo é conceder recurso financeiro mensal aos estudantes regularmente matriculados nos cursos de graduação, modalidade presencial, que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica, e com deficiência motora, sensorial ou múltipla.

As inscrições serão realizadas do dia 14 de novembro de 2019 até 14 de dezembro de 2019, através do endereço eletrônico: https://app.uff.br/bolsas

Consulte o edital no link: http://www.uff.br/sites/default/files/informes/edital_apoio_deficiencia_…OCULTARPARA SABER MAIS SOBRE ESTE INFORMATIVO

Setor responsável: Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis

Email: proaes@id.uff.br

Telefone: 21 26295348

UFF de Nova Friburgo inaugura o primeiro separador de amálgama do Brasil

Equipamento permite descarte sustentável do material, que é utilizado em restaurações odontológicas e contém 50% de mercúrio na composição

O Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), unidade de ensino superior da Universidade Federal Fluminense (UFF), inaugura, no dia 18 de novembro, o primeiro sistema completo de separadores de amálgama do Brasil. O equipamento foi fornecido pela Metasys, empresa austríaca pioneira em soluções sustentáveis para a prática odontológica.

O evento é aberto ao público e ocorre, a partir das 12h, no Palacete do II Barão de Duas Barras, sede do ISNF. Além do separador de amálgama, será instalado um sistema que reduz o consumo de água em até 200 litros por hora, com a utilização de vácuo a seco, promovendo rotinas sustentáveis nas clínicas da UFF de Nova Friburgo.

“O amálgama dental contém cerca de 50% de mercúrio, pode se transformar num risco ambiental e ainda provocar danos à saúde das pessoas”, alerta o professor Claudio Fernandes, coordenador da Agência de Inovação do ISNF e responsável pelo projeto.

“É uma iniciativa que mostra a preocupação da nossa universidade com as melhores políticas de sustentabilidade praticadas no mundo inteiro. É benefício para o Brasil e para Friburgo”, afirma Amauri Favieri, diretor do ISNF.

A reciclagem

O sistema de reciclagem que será instalado no ISNF garante que os resíduos gerados pela remoção de restaurações de amálgama sejam eliminados de uma forma ambientalmente correta, evitando o despejo nas redes de esgoto, o que pode contaminar o solo e os rios.

De acordo com Claudio Fernandes, “O amálgama dental ainda é um material muito utilizado no Brasil, especialmente no setor público, em função do baixo custo e da simplicidade de uso”. Ele ressalta ainda que “estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS) provam que a Odontologia consome cerca de 10% do mercúrio produzido no mundo, mas é responsável por quase 50% das liberações em solo urbano, em função da grande capilaridade dos consultórios dentários”.

O tema passou a ser mais discutido mundialmente após a ratificação, pelo governo brasileiro, da Convenção de Minamata sobre o Mercúrio, que foi organizada pela Organização das Nações Unidas (ONU). A Convenção prevê a erradicação do mercúrio do planeta, em função dos elevados riscos ambientais e para a saúde.

O projeto inaugurado na UFF de Nova Friburgo é parte de ampla cooperação para o desenvolvimento sustentável na Odontologia. A iniciativa conta com a participação, da Associação Brasileira de Cirurgiões Dentistas (ABCD) e da Academy of Dentistry International (Capítulo Brasil), em diversas ações conjuntas, como o Simpósio de Odontologia Sustentável, evento realizado anualmente.

A parceria

A parceria representa um investimento de cerca de 100 mil euros da Metasys, em 2 anos, com equipamentos, eventos e subsídios para pesquisas. Em contrapartida, o ISNF se compromete em aplicar expertise para o desenvolvimento de projetos de pesquisa e programas de educação para apoiar a sustentabilidade na Odontologia.

O material recolhido será retirado anualmente pela empresa para tratamento na Áustria, em plantas de reciclagem.  Não existe esse tipo de serviço no Brasil. A Metasys pretende doar um sistema completo para teste nas unidades de saúde do município de Nova Friburgo, com apoio da UFF, para treinamento dos técnicos e medição de resultados.

Economia de água

A outra vertente do projeto, que prevê economia de até 200 litros de água por hora, também tem o objetivo de promover a sustentabilidade nas rotinas das clínicas de Odontologia da UFF.

“O alto consumo de água nos consultórios dentários é um problema há anos. Pesquisa da UNESP em faculdades de Odontologia mostra que a média de consumo de água dos dentistas chega a ser 7 vezes maior que a média recomendada pela OMS. E o grande vilão é o sugador, aquele equipamento responsável pela sucção de saliva durante os tratamentos”, esclarece o professor Claudio.

“A água limpa que chega ao consultório fica conectada no sistema de aspiração das bombas a vácuo, para gerar a sucção necessária. O consumo pode chegar a 200 litros de água por hora de uso. Com a instalação da tecnologia de vácuo a seco da Metasys, esse enorme desperdício vai acabar. O impacto poderá ser sentido também nas contas de água”, conclui.

Saiu o resultado da seleção do PET-Saúde Interprofissionalidade

Diretório Acadêmico de Fono da UFF faz parceria com restaurante popular de Nova Friburgo

Objetivo é fornecer quentinhas com preços acessíveis aos alunos

O Diretório Acadêmico de Fonoaudiologia (A Voz da Fono), do Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), unidade de ensino superior da Universidade Federal Fluminense (UFF), fechou uma parceria com o restaurante popular da Prefeitura de Nova Friburgo. O objetivo é fornecer almoço em quentinhas com preços acessíveis aos alunos da unidade.

De acordo com os responsáveis pelo acordo, cada estudante pagará um valor de R$ 4 pela refeição e a encomenda deve ser realizada, mediante pagamento ao DA correspondente ao curso do aluno, até a quarta-feira de cada semana. A universidade se compromete a buscar as encomendas.

“Hoje foi o primeiro dia e já fornecemos 20 quentinhas. Nossa expectativa é de que esse número cresça para 100 unidades diárias”, revela Sylvio Carestiato, gerente do Restaurante Popular do município, que foi inaugurado em 2002 e fornece cerca de 350 refeições por dia.

“Essa iniciativa vai ser boa para todos os universitários, mas principalmente para aqueles que passam dificuldades financeiras, que vieram de outras cidades, que moram de aluguel, dividem um quarto com um colega ou moram em república”, lembra Sonia Silva, presidente do DA de Fonoaudiologia.

Ampliação

Atualmente, a UFF de Nova Friburgo oferece os cursos de graduação em Biomedicina, com 104 alunos e 23 professores; Fonoaudiologia, com 147 alunos e 17 professores, e Odontologia, com 354 alunos e 58 professores. A unidade possui ainda 47 servidores administrativos e 20 terceirizados. Ao todo, são 605 alunos e 165 funcionários.

“Por enquanto, só vamos fornecer aos alunos. Futuramente, pretendemos ampliar aos servidores, mas não conseguiremos atender a todos, infelizmente, porque só temos dez funcionários e uma estrutura muito pequena”, adianta Sylvio.

O cardápio já foi definido até o fim de dezembro, em datas específicas, e pode ser consultado abaixo.

PROAES visita o Instituto de Saúde de Nova Friburgo no dia sete de novembro

Objetivo é esclarecer dúvidas dos estudantes sobre acesso a bolsas e auxílios para 2020

No dia sete de novembro (quinta-feira), uma equipe da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (PROAES) da Universidade Federal Fluminense (UFF), faz uma visita ao Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF). O objetivo, de acordo com o Setor de Apoio Educacional (SAE), é esclarecer dúvidas dos estudantes sobre acesso a bolsas e auxílios para 2020.

A previsão é de que os editais sejam publicados até o fim de novembro de 2019. O encontro ocorre no auditório do ISNF, das 11h às 12h30min. De acordo com o portal da UFF, são oferecidas aproximadamente 2,9 mil bolsas de assistência estudantil. Além disso, o estudante pode contar com diversas ações de apoio acadêmico, restaurante universitário e moradia estudantil.

Os programas e projetos desenvolvidos visam, acima de tudo, contribuir para formação profissional e construção de cidadania dos estudantes da UFF. Alguns dos programas de suporte ao estudante são:

  • Bolsas de assistência estudantil
  • Restaurante Universitário
  • Moradia estudantil
  • Acolhimento Estudantil
  • Prêmio de Reconhecimento Acadêmico
  • Busuff

Voz em Blues será realizado no auditório do Instituto de Saúde de Nova Friburgo

No próximo dia 11 de novembro, o auditório do Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF) recebe o Voz em Blues, mitologia, características, técnicas e desafios em relação à saúde vocal, com o professor de música Connan Alves.

O evento é gratuito e ocorre às 18h.

Saiu a lista de convocados para as próximas etapas do PET-Saúde Interprofissionalidade

O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (Pet-Saúde Interprofissionalidade) divulgou, nesta segunda-feira (04/11), a lista dos convocados para as próximas etapas do processo de seleção de bolsistas e voluntários.

Vale ressaltar que as duas etapas ocorrem no mesmo dia.

2ª etapa – Entrega de cópias impressas, acompanhadas dos originais de documento de identidade, CPF e comprovante de matrícula na UFF para conferência dos avaliadores.

3ª etapa – Dinâmica de grupo

Direção do ISNF publica Determinação de Serviço (DTS)

A Direção do Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF) informa que o Colegiado de Unidade decidiu suspender o processo de eleição do novo diretor.

A decisão foi tomada, no dia 29/10, após votação realizada entre os membros do colegiado.

Segue abaixo Determinação de Serviço



UFF sedia encontro sobre ensino, prática profissional e serviços na área de saúde

Objetivo é promover melhorias no setor. Evento ocorre no dia 26 de novembro no auditório do ISNF

No próximo dia 26 de novembro, o auditório do Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), unidade de ensino superior da Universidade Federal Fluminense (UFF), recebe a comunidade, das 8h às 12h, para discutir ações de ensino, prática profissional e serviços na área de saúde. O evento gratuito tem o objetivo de promover melhorias no setor e é destinado a gestores do município, de instituições de ensino, estudantes, residentes, professores, profissionais da saúde, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e representantes da sociedade civil.

Na ocasião, será realizada uma grande oficina para convidar a comunidade friburguense a formar um comitê gestor, que terá a prerrogativa de elaborar o Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde (Coapes), a primeira iniciativa do gênero realizada em Nova Friburgo. O encontro é coordenado pela UFF, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do município, e é parte das realizações do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde/Interprofissionalidade).

De acordo com os organizadores, o contrato – que será celebrado entre a UFF, Secretaria Municipal de Saúde do município e instituições de ensino públicas e privadas – deve fomentar a integração entre as atividades de ensino, prática profissional e serviços que são ofertados para a população, com o objetivo de promover a interprofissionalidade, que é o diálogo entre os diferentes profissionais e os usuários envolvidos com o setor.

O Instituto de Saúde de Nova Friburgo fica na Rua Doutor Silvio Henrique Braune, 22, Centro – Nova Friburgo – RJ.

UFF recruta voluntários com diabetes tipo 2 para pesquisa sobre problemas na gengiva

Quem quiser participar deve comparecer à unidade nos dias 5, 12, 19 e 26 de novembro para triagem e início de tratamento gratuito

O Instituto de Saúde de Nova Friburgo (ISNF), unidade de ensino superior da Universidade Federal Fluminense (UFF), está recrutando voluntários portadores de diabetes tipo 2, para pesquisa sobre problemas na gengiva, como sangramentos durante a escovação dos dentes. O objetivo é avaliar a resposta clínica destes pacientes à aplicação de medicamentos que matam micro-organismos presentes na boca e que são prejudiciais à saúde.

Os interessados devem comparecer ao ISNF nos dias 05, 12, 19 e 26 de novembro, das 14h às 16h, para participarem de uma triagem, feita por um periodontista, que é um profissional especializado em problemas gengivais. Apenas os pacientes que atenderem a requisitos técnicos da pesquisa poderão iniciar o tratamento, que é gratuito.

“Vamos selecionar pessoas que não possuam outros problemas de saúde além do diabetes tipo 2. Depois da triagem, se identificarmos problemas na gengiva, faremos o tratamento inteiramente gratuito aqui na nossa clínica de Periodontia da UFF”, esclarece Gabriela Camargo, professora responsável pela pesquisa.

De acordo com a pesquisadora, “o diabetes mellitus é um grande fator de risco para a periodontite, que é a inflamação na gengiva. Este problema ocorre porque o diabetes aumenta cerca de três vezes a possibilidade de o paciente desenvolver a periodontite, e a inflamação crônica dos tecidos gengivais afeta negativamente o controle glicêmico do indivíduo”.

O Instituto de Saúde de Nova Friburgo fica na Rua Doutor Silvio Henrique Braune, 22, Centro – Nova Friburgo – RJ.

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados